quarta-feira, agosto 16, 2006


Tudo que se foi

Nossa, sem perceber e sem notar as coisas mudam. De rumo, direção... tropeçou, levantou, cultivou a esperança mas também a viu desaparecer.
O passado sempre bate a porta como um fantasma, o presente está aqui “milimetrado” com certezas e poucas mudanças. E é hoje que as coisas parecem ser insuperadas, o barco parece que está sempre indo a “pico”.
Porquê as coisas boas não ocupam tanto a nossa mente como esses obstáculos que no futuro vai fazer agente ainda rir muito disso tudo.
As coisas mudam, evoluem, segue curso imprevisto...e sem perceber lá na frente e mais incerto ainda.
Segundo Shakespeare tem que cultivar o jardim porque no futuro colher flores. E tem toda razão, o futuro nos prega peças.
E depois de escultar Legião Urbana “metal contra as nuvens” deixa mais claro que tudo passa, tudo passará sim.
Passa tantas pessoas, situações deixando a vida numa constante mudança. Revivendo o filme em sua mente, enche os olhos de lagrima – porque tudo que passa deixa marcas.
Postar um comentário

Folha.com - Ilustrada - Principal