quarta-feira, outubro 11, 2006

O Eleitor

Quando o calor da disputa eleitoral se impõe sobre as mazelas (Chaga, Ferida – Fam: mancha na reputação) da vida republicana (relativo à publica), ele é invocado como sujeito da nacionalidade. O coração da Pátria. Na Política, como no carnaval ou na Copa do Mundo. Herói às avessas, o povo brasileiro vai às urnas levando consigo a má fama de reconduzir ao poder quem não merece o resgate. Somos um país de gente inculta (sem cultura, Ignorante), indolente (negligente, apático, ocioso) e sem memória?

Trecho retirado do Jornal O Estado de S. Paulo – 01/10/2006

Tudo por que herdamos essa cultura de obediência sem crítica. Um povo alienado. Que não reflete sobre seus Direitos e Deveres, e esquece que somos chefes daqueles que governam.
""Em prol de Geraldo Alckimin""
Postar um comentário

Folha.com - Ilustrada - Principal