terça-feira, março 20, 2007


Vai e vem e nenhuma solução que acalme a mente.
by Alinne Aquino

A mente às vezes parece insana. E assim q sinto todas as vezes que tento analisar uma situação, pareço estar enlouquecendo.
Aprendi no decorrer da vida, que antes de julgarmos alguém, devemos olhar para nós e tentar descobri o que originou a situação que vemos hoje. Quanto mais se tenta chegar a algum ponto, acabamos no nada.
Porque se solucionamos de um lado o outro parece se enrolar. Será que o velho jargão explica isso – Á vida e fácil agente que complica.
Às vezes e melhor fingir que não nada está acontecendo, simplesmente fechar os olhos. E de repente percebo que não são os olhos que questiona e sim o seu consciente è esse não fecha a cortina.
O coração palpita mais forte quando a mente não descansa.
O importante e não levar as coisas tão a serio, lutar pelo seus objetivos tendo a humildade de se sensibilizar diante das coisas e antes de tudo não julgar e simplesmente entender.
A mente vai parecer mais leve, se em vez de fechar os olhos, o deixamos com brilho de “não me importo.”
E deite no seu mais profundo desejo e felicidade.
Seu consciente é amigo e inimigo, mas seja de bem com ele. Os problemas vão se solucionando no natural da vida.

----------------------------------------------------------------------------------------------

Dica: Quando alguém se aproxima de nós com um sorriso no rosto, instintivamente relaxamos. Se quem chega está sério, a tendência é ficarmos na defensiva. Em se tratando de crianças, a reação é ainda mais perceptível. http://claudia.abril.uol.com.br/edicoes/517/aberto/claudia_bebe/conteudo_136859.shtml?pagin=1
Postar um comentário

Folha.com - Ilustrada - Principal