quinta-feira, agosto 20, 2009

Entrevista com Vampiro

O filme Entrevista com Vampiro e conhecido no mundo popular, vampiresco e cult. Interpretado por Brad Pitt, como Loui e Tom Cruise, como Lestat.


Mas quero falar um pouco do livro "Entrevista com Vampiro" da Anne Rice. Terminei de ler o livro há uns 2 meses. Mas consigo sentir viva as palavras e a riqueza do livro.

Um repórter vai entrevistar um vampiro, Loui de Pointe du Lac, que é criação do Lestat.
— Quer dizer que ele sugou o seu sangue?
– perguntou o rapaz.
— Sim o vampiro sorriu. É assim que se faz.´
Loui, se recusa a livrar-se das características humanas e aceitar a crueldade e a frieza que marcam os vampiros. E resolve contar a sua história desde o início:

— Escute, mantenha os olhos abertos – murmurou Lestat, com os lábios encostados em meu pescoço.

— Lembro-me que o movimento de seus lábios arrepiou todos os cabelos de meu corpo, enviando uma corrente de sensações através de meu corpo que não me pareceu muito diferente do prazer da paixão...´


Entretanto o livro não é só sobre vampiros, sangues e baboseiras. As frases e os pensamentos de Loui são ricamentes bem trabalhados. (Por acaso estava lendo "Aurora" de Nietzsche ao mesmo tempo). Automaticamente a minha mente começou a relacionar os questionamentos de Loui e suas palavras dramaticas ao que Nietzsche aponta em seu texto "Atos que parecem nobres ou louváveis não passam de atitudes decadentes ou doentias.".

Porque Loui tem essas perguntas, sendo que ele é um imortal? Justamente porque ele não consegue se desprender das crenças e regras humanas.

Durante a leitura fui anotando algumas coisas. E as anotações estão no Skoob.

****

O livro é o meu favorito!
Simplesmente amei o estilo da Anne Rice. E agora coloco os livros da Rice juntos com os da Jane Austen e do Tolkien.


Até os meus próximos passos!

Postar um comentário

Folha.com - Ilustrada - Principal