terça-feira, abril 20, 2010

Crônica: Livro, uma grande aventura



Autor: Aline Aquino


O livro é uma grande viagem – dessas que você é convidado, em que alguns instantes é apenas um iniciante que se sente um intruso. E quando as palavras vão ganhando forma começa a se socializar e rapidamente se torna um personagem que olha através da janela. Como todo início, alguns personagens ainda são indiferente, não te cativa e não te conquista. Com o passar de capítulos você se torna íntimo do personagem ou de todos eles. Nessa intimidade conhece particularidades que podem levar da admiração ao ódio.
Algumas vezes você consegue sentir os dois lados de um sentimento no mesmo parágrafo. Enquanto sua mente grita a todo momento e a todo vapor – Te amo e logo abraça um te odeio - o livro consegue te deixar maluca, suando com as passagens e com vontade de palpitar sobre as suas convicções de certo ou errado.
Uma explosão de imagens lhe toma. Sincroniza música com o cheiro descrito. Descreve a cor do céu com perfeição. A perfeição apresenta pessoas imperfeitas. E cada pelo do seu corpo move conforme a dança das frases.
Nas últimas páginas, tudo soa como despedida – como uma futura órfã – aqueles olhos vidrados e colados nas páginas do livro não que ler a palavra Fim. Sua mente lhe pergunta – Tem continuidade? Poderia virar filme? – Um turbilhão de coisas passa pela sua cabeça nesse último parágrafo e quando você bate o olho e lê “Finalmente eles vão à estante pegar um novo livro” o seu estomago vira de ponta cabeça, fecha o livro e só pensa nele, como um caso de amor, sem fim!

Até os meus próximos passos!
Postar um comentário

Folha.com - Ilustrada - Principal